top of page

GESTÃO DE CRISE. POR ONDE COMEÇAR?




Crise.

A temida palavra que define aquele momento pelo qual nenhum empreendedor deseja passar. Seja de forma inesperada ou previamente anunciada, esse é aquele momento onde os grandes se revelam e suas atitudes são o que vão dizer se essa será uma crise passageira ou fim de um sonho.

O que é uma crise?

Segundo o Dicionário Aurélio a definição de crise é: “Momento perigoso ou difícil de uma evolução ou de um processo; período de desordem acompanhado de busca penosa de uma solução.”

Para mim, aqueles que se dizem 100% blindados de uma crise estão cometendo um grande erro, pois você até pode ter tudo sob controle dentro da sua empresa, mas o que me diz quanto ao mercado? E ao mundo, a economia, a política, o meio ambiente, etc.? O grande perigo em negar os fatores externos quando falamos em crise é não observar quais as “brechas” em sua estrutura que são passíveis de problemas e não se preparar para possíveis eventos.

Mas tudo bem, aconteceu aquilo que não desejávamos e a crise está instalada. O que fazer agora?

É hora de gerir essa crise.

Gestão de crise é um conjunto de ações que tem o objetivo de resolver um problema interno ou externo que podem causar problemas financeiros ou de imagem para a sua empresa.

Como disse acima, são as suas ações que vão determinar o final dessa história e eu gosto de pensar a Gestão de Crise junto aos meus mentorados em três tempos: passado, presente e futuro.

Passado: Sempre ouvimos que devemos seguir em frente, pensar no futuro. Sim, também digo isso mas, olhar para o passado quando gerimos uma crise é tão importante quanto dar o próximo passo. É no passado que estão as respostas para entendermos como e porque fomos atingidos pela crise.

Presente: Qual o próximo passo? Monte um comitê e estude a crise, conheça todos os fatores que estão atingindo a sua empresa e como seus clientes estão sendo afetados por ela. Junto a equipe, trace um plano contendo todas as ações e estratégias para sobreviver ao momento.

Futuro: Ponha tudo que foi planejado em ação mas, vá acompanhando o mercado para possíveis ajustes na rota. A pandemia, por exemplo, foi um momento muito complicado para as empresas pois a cada dia era um novo acontecimento que alterava tudo aquilo que estava em percurso.

Gosto de lembrar aos meus ouvintes em encontros e palestras que quando uma pessoa decide empreender, ela está assumindo um risco e ela deve estar preparada para possíveis momentos de crise. É preciso estar antenado ao mercado, acompanhar as notícias do mundo, entender que esses ciclos podem mudar a forma de consumir do seu público e que se você não acompanhar esses movimentos, a crise pode chegar.

Acompanhe as minhas redes sociais, nelas eu dou dicas e compartilho a minha agenda para ajudar você e a sua empresa a serem um sucesso no mercado.


2 visualizações

Comments


bottom of page