TV Nube: a importância do propósito em uma empresa

Um d

os grandes desafios enfrentados por gestores e especialistas em recursos humanos de todo o mundo está relacionado a entender maneiras de manter a motivação presente entre os colaboradores. Isso porque muitos desanimam ao não alcançar seus objetivos e sonhos no momento imaginado. Entretanto, para garantir maior satisfação no coletivo, é preciso tomar cuidado a um aspecto específico.


Objetivos


De acordo com Allan Abranches, CEO da 3hree Comunicação, agência de publicidade full-service, se a cultura da sua empresa não está adequada às crenças de seus times, a rotatividade tende a ser frequente. “É super importante ter um propósito e segui-lo. É preciso praticá-lo no dia a dia”, comenta.


A falta de alinhamento dessas intenções com os talentos admitidos traz problemas sérios e as estatísticas não mentem. De acordo com a International Stress Management Association, cerca de 72% das pessoas estão infelizes com suas posições no universo corporativo. Logo, é vital, para garantir o engajamento de indivíduos, apresentar a eles um escopo ou meta a ser seguida continuamente. Com isso, os obstáculos enfrentados no caminho serão vistos apenas como desafios e não como impeditivos. Logo, é uma função de quem coordena atentar-se aos dados alarmantes.


Além disso, conforme uma pesquisa promovida pelo Glassdoor, a ausência de propósito leva quase 30% dos indivíduos a partirem para novas colocações em outras companhias. Por isso, muitos levam esse fator em consideração na hora de procurar uma oportunidade, seja ela de estágio, aprendizagem ou emprego.


Líder: participe mais!


Segundo Hamilton Frediani de F. Corrêa, psicanalista e empresário, se alguém deixa de entregar com assertividade ou se a alta performance não se faz presente, é papel do chefe entender os motivos. “É preciso compreender o porquê dessa baixa nos resultados. Você precisa ser um bom ouvinte”, orienta.


Na visão do profissional


Victor Pagani Reis é publicitário e diz sempre se atentar à missão, visão e valores dos empreendimentos ao buscar vagas. “Isso pode pesar um pouco. Hoje, prezo muito pela qualidade de vida. Posso até receber menos, se considerar flexibilidade de horários, como também o benefício de morar perto de onde trabalho”, exemplifica.


Dessa maneira, a atenção das contratantes também já deve começar na hora de admitir novos talentos. “O que a pessoa pode atribuir e agregar ao time? Quais são seus pontos fortes? Ponderar isso é muito relevante”, conclui Abranches.

0 visualização

© Copyright 2020  -

Feito com amor por MCM Brand Experience.